Rock no Salão do Café

28 abril, 2008

os trabalhadores do roquenrol natalense se juntam para celebrar o 1º de maio nesta quinta primeira do mês. os festejos estão programados para as 15h, no salão da Nalva, local já bastante conhecido do público natalense, que em busca de alternativas ao lugar-comum da capital, acabou escolhendo o salão da cabelereira como um dos seus pontos prediletos para desfrutar a arte e a cultura potiguar e de além-mar.

as bandas no palco serão

Lunares

Domben
Strofes
Bandini

paga-se 4 pilas para entrar,
que é pros roqueiros comprar sua farinha.

quem curte rock também come farinha, sabia?

iXi – outras postagens
iXi – página pessoal

Pessoal,
não percam a virada Cultural …

… 24h de programação em São Paulo:
os metrôs e linhas urbanas funcionando a noite inteirinha;
muitos shows bacanas espalhados pela cidade;
muita gente circulando entre um som e outro
etc

Confira:

Palco São João (ao lado da Praça Júlio de Mesquita)
18h – Cesária Évora
21h – Gal Costa
00h – Zé Ramalho
03h – Mutantes
06h – The Gladiators
09h – O Teatro Mágico
12h – Marcelo D2
15h – Orquestra Imperial
18h – Jorge Ben Jor

Teatro Municipal
18h – Luiz Melodia – Pérola Negra (1973)
21h – Egberto Gismonti e Naná Vasconcelos – A Dança das Cabeças (1977)
00h – Sá, Rodrix e Guarabyra – Passado, Presente, Futuro (1972)
03h – O Som Nosso de Cada Dia – Snegs (1973)
06h – Pepeu Gomes – Geração do Som (1978)
09h – Hamilton de Holanda e Danilo Brito – Vibrações de Jacob do Bandolim (1967)
12h – Márcia, Eduardo Gudin E Paulo César Pinheiro – O Importante É que a Nossa Emoção Sobreviva (1974)
15h – Paulo Vanzolini – Onze Sambas e Uma Capoeira (1967)
18h – Jair Rodrigues, Fabiana Cozza & Zimbo Trio – O Fino da Bossa (1964)

Baile do Arouche
19h – Nelson Ned
21h – Havana Sax
23h – Roberto Luna
01h – Antonio Carlos e Jocafi – Antonio Carlos e Jocafi (1973)
03h – Maria Alcina – Maria Alcina (1974)
05h – Lafayette e Os Tremendões
07h – Quasímodo e convidado
09h – André Busic – Let’s Get Lost de Chet Baker (1959)
11h – The Jordans
13h – Evaldo Gouveia e Altemar Dutra Junior
15h – Miele
17h – Wilson Simoninha – Alegria Alegria vol.2 de Wilson Simonal (1967)

Rock República (Praça da República)
18h – O Terço
20h – Terreno Baldio
21h30 – Casa De Máquinas
23h30 – Harppia
01h – Paul Di’Anno – Killers (1981)
03h – Derrick Green, Andreas Kisser e Convidados
04h30 – Overdose
06h – Volcano
07h30 – Vodu
09h – Korzus
10h30 – Bando do Velho Jack
11h45 – Los Goiales All Stars
12h – Cachorro Grande
14h – Arnaldo Antunes
16h – Lobão
18h – Ultraje a Rigor – Nós Vamos Invadir Sua Praia

Festivais Independentes (Pateo do Colégio)
18h – Vítor Araújo (PE)
18h45 – Mundo Livre S.A. (PE)
19h30 – Macaco Bong (MT)
20h30 – Luísa Mandou um Beijo (RJ)
21h15 – Petro Massa (MG)
22h15 – Estrume’n’tal (MG)
23h – Los Porongas (AC)
23h45 – Sick Sick Sinners (PR)
00h30 – Mechanics (GO)
01h30 – Vanguart (MT)
02h15 – Retrofoguetes (BA)
03h – Trilöbit (PR)
04h – Fóssil (CE)
04h45 – Unidad Imaginária (RJ)
05h – Mestre Kuca (TO)
06h30 – Filo Medusa (AC)
07h15 – Boddah Diciro (TO)
08h15 – Coveiros (RO)
09h – Diego de Moraes (GO)
09h45 – Porcas Borboletas (MG)
10h30 – Linha Dura e DJ Taba (MT)
11h30 – Costa a Costa (CE)
12h15 – Do Amor (RJ)
13h – Rivotrill (PE)
14h – Bugs (RN)
14h45 – Supergalo (DF)
15h30 – The Sinks (RN)
16h30 – Superguidis (RS)
17h15 – MQN (GO)
18h – Siba e Fuloresta (PE)

Baile Chique (Parque D.Pedro)
18h – Apresentações Diversas (dança & hip hop)
00h – Banda Black Rio e Convidados
01h30 – Musicaliando
02h – Skowa e A Máfia
03h30 – Tony Hits
04h – Luis Vagner – Guitarreiro (1976)
05h30 – Chic Show
06h – Bebeto
08h – Z’África Brasil
09h – Xis
11h – Rappin’ Hood e Sinfonieta
13h – Thaíde
15h – Motirô
17h – Afrika Bambaata e Zulu Nation Brasil

Palco das Meninas (Av. Ipiranga, esquina com Rua Araújo)
18h – Mariana Aydar
20h – Tatiana Parra
22h – Marina De La Riva
00h – Andrea Dias
02h – Joana Duah
04h – Clara Moreno
05h45 – Aline Muniz
07h30 – Bia Góes
09h15 – Giana Viscard
11h – Malu Magalhães
13h – Bruna Caram
15h – Verônica Ferriani
17h – Fernanda Takai

Essas são apenas algumas dicas.
Confira o resto aqui.

outras postagens
página pessoal

Pedro Pereira abriu em Natal ontem, quarta 23, e prossegue até o dia 30 de abril uma exposição no salão central do Sebrae RN. Suas poucas telas, ainda explosivamente coloridas, já estavam metade ou mais reservadas ou vendidas, mas quem dentre os que me lêem quiser visitar ou mesmo comprar alguns dos trabalhos ainda disponíveis deve aproveitar o curto tempo que resta até o fim de abril.

seg endereço local
av Lima e Silva, 76 – Lagoa Nova
(em frente o estádio Machadinho)

iXi – página pessoal
iXi – outras postagens

O ministro da Cultura interino, Juca Ferreira, participou na tarde desta quarta-feira, 16 de abril, do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Música, dos Compositores e Músicos Brasileiros a convite dos deputados e organizadores do evento, Edigar Mão Branca (PV/BA) e Chico Lopes (PCdoB/CE). O evento foi realizado no Espaço do Servidor, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Durante a sua participação no evento, o ministro declarou que todas as regiões brasileiras têm sua dimensão musical. “É o nosso cartão de visita, a nossa principal característica. Então nós não poderíamos deixar de ter uma expressão dessa linguagem aqui dentro do Congresso Nacional. Não há mais possibilidade de ignorar a música regional brasileira. A nossa diversidade cultural tem uma enorme importância”, disse.

Ainda em seu discurso, Juca Ferreira alegou que o Brasil tem uma lei de direito autoral que precisa melhorar e que a indústria musical está em crise, mas ao mesmo tempo, a música brasileira está com uma capacidade de produção imensa. “Hoje não se pode ignorar a música do Pará, de Pernambuco, Goiás, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, de todo o Brasil. O Congresso é o lugar ideal para discutir essa situação e gerar estratégias que solucionem e possibilitem os artistas brasileiros de terem um espaço da grandeza da sua arte”.

O ministro apoiou a iniciativa e afirmou que o MinC acredita que a Frente faz avançar a presença da cultura. “Nós apoiamos a proposta de ter uma comissão específica na Câmara para reparar a educação e a cultura. São duas dimensões diferentes, porém igualmente importante”.

Também participaram do evento parlamentares, músicos, compositores e artistas em geral. O cantor e compositor Xangai disse durante a sua apresentação que a música brasileira está muito boa, “cada vez melhor a cada ano que passa”.

Para instituir uma Frente Parlamentar é preciso colher no mínimo 198 assinaturas de parlamentares. Ao final do lançamento da Frente em Defesa da Música, já haviam 310 apoiadores, dentre os 513 deputados da Câmara Federal.

A proposta da Frente é resgatar a importância da música e buscar meios de dar a dignidade ao artista brasileiro. Os parlamentares querem discutir questões relacionadas à proibição de showmícios, jabá, direitos autorais, pirataria, registro dos músicos, além de projetos que tramitam na Casa em relação ao assunto.

Informações: (61) 3215-5612

notícia por Clélia Araujo

iXi página pessoal
iXi outras postagens

Abrindo Abril

2 abril, 2008

em, Natal, o ritmo de atividades culturais começam a se intensificar agora no mês de abril, após algumas outras – mais pontuais – em março, como foi o caso da celebração do Dia Nacional da Poesia, o reinício da programação do projeto Seis & Meia, além dos 2 dias no final de semana passado, quando o “festival do sol” fez uma prévia demonstração do que vem desenrolando para se tornar um dos eventos mais bacanas da cidade.

no dia 05, Rosa de Pedra, grupo musical que pôs seu nome em referência à poesia da potiguar Zila Mamede, lança seu primeiro disco em festa a acontecer na Rua Chile, coisa pra acontecer reunindo convidados lá pras 11 da noite;

antes, na sexta, vai rolar boa muvuca (mais uma vez) no aniversário do tattoo machine, aí incluindo grupos bons como a Orq Boca Seca e Pedu Breu etc.
festinha no bar do sol, em frente a pça vermelha,
começando aí pelas 7 da noite e indo até o outro dia.

Recados Dados.

ixi – outras postagens
ixi – página pessoal