REFLEXÃO

31 dezembro, 2014

dsc05978

Cada espelho
A depender de onde esteja posto
Irá mostrar teu rosto de um jeito diferente
Às vezes mais como gente, já noutras mais como bicho
Às vezes parecendo mais novo, às vezes parecendo mais lixo
Alguma vezes mais magro, outras um pouco mais cheio …

Mudando um ângulo ou meio
Tudo se altera, tudo se modifica
Nada permanece fixo para sempre
Transformando a cada ciclo o seu reflexo
Influindo ao redor, na alma e no sexo
No futuro, no passado e no presente
Quem prestar atenção sente
Não retém na sua mente
Qualquer traço de ilusão
Aceita a ação do tempo
E age no tempo da ação

leia a coluna a/cEsso

Me visite no Sítio!

PALAVRA DE ROBINSON

19 dezembro, 2014

Vai vendo …
São trechos específicos do debate sobre cultura pública que o Fórum Potiguar de Cultura realizou com postulantes ao cargo de governo, mais precisamente os trechos das falas de Robinson Faria, hoje eleito, e às portas de soltar os nomes do seu secretariado.

Conforme a predisposição do então candidato, o Fórum Potiguar de Cultura de fato se mobilizou para apontar um gestor para a área cultural, tendo reunido em uma assembleia um considerável grupo de agentes culturais, de diversos segmentos artísticos, representativos de suas áreas de atuação, que produziu um documento que foi inclusive entregue ao coordenador da equipe de transição do governo.

Comissão do Fórum Potiguar de Cultura com Fábio Dantas (coord equipe transição)

Comissão do Fórum Potiguar de Cultura com Fábio Dantas (coord equipe transição)

O documento está publicado aqui, e assim como este registro em vídeo, conta a historia de um momento de mobilização da classe artística no sentido de afirmar seus interesses. Uma lista tríplice com as indicações de Josenilton Tavares, Gilson Matias e Rodrigo Bico, nesta ordem, foi divulgada até nas mídias eletrônicas.

Desde então, o que temos visto e lido sobre essa bendita sucessão de Isaura Rosado, tornou-se uma peça com roteiro intenso em especulação, muito tempero e algum exercício para a vidência. Afinal, apesar de termos solicitado oficialmente uma interlocução com o governo eleito, não recebemos até aqui qualquer contato com a proposta para discutir a questão. Apenas, seja em manifestações pessoais através de seus perfis ou em declarações de notoriedades também expostas através da net, lemos isso e aquilo a respeito, sem termos chegado a um avanço prático.

Creio, em virtude das notas mais recentes referentes ao caso, que caberia ao fórum reafirmar seu trabalho em prol de uma gestão que fosse caracterizada de fato pelo critério técnico. E que fosse levado em consideração os apelos evidentes dos mais diferentes agentes envolvidos com a cultura potiguar, que em sua expressiva maioria defende o nome de Josenilton Tavares para esta função. Pois ele é citado quase à unanimidade e é de longe o que angaria o maior respaldo entre todos que tenham até aqui sido cotados. E, o mais importante, até onde estou desinformado, não disse ‘não’ ao apelo social feito em nome de sua extensa experiência na área, embora haja se mantido com discrição, não tendo sequer respondido as 5 perguntas de Sérgio Vilar para o Substantivo Plural.

Também não vimos até aqui maiores repercussões na imprensa formal sobre essa demanda tão específica, muito embora isso possa se dever à falta de estrutura do próprio fórum, que não conta com um responsável pela comunicação dos seus atos. Mas a hora é apropriada para abrirmos um debate sobre o que está acontecendo, às vias de termos a definição dos auxiliares diretos da administração pública estadual.

Ou, ao menos, aproveitar as duas últimas apresentações de Lamatown, encenadas este fim de semana na Cidade da Esperança, onde Clotilde Tavares (autora) e seus atores encenam no palco chafurdos bem parecidos a esta situação vivida por ora em tempo real.

abrassons!!

PS. E para um maior aprofundamento no assunto, favor ler também http://www.cartacapital.com.br/politica/para-o-congresso-eleitor-participa-votando-e-so-8781.html

leia a coluna a/cEsso

Me visite no Sítio!