Festa em Cordes

19 agosto, 2017

la talv

Parte da minha vinda à França estava programada para uma visita a Daniel Loddo, em Cordes sur Ciel. Trata-se de uma cidadezinha construída na idade média, na região occitan, no sul do país, da qual Toulouse é o centro mais importante.

Daniel Loddo ao lado de Céline Ricard, sua companheira inseparável, participam juntos numa das faixas do meu disco que está pra sair no fim do ano. Juntos, eles conduzem uma associação chamada La Talvera, que mantém um grupo do mesmo nome, todos voltados para a preservação da cultura típica de sua região.

Cordes tem pouco mais de mil habitantes residentes, mas nessa época de veraneio na Europa é bastante visitada. Anualmente a associação realiza em agosto uma festa aqui, com o fim de celebrar seus costumes e tradições, sempre trazendo artistas convidados. Dessa vez foram os catalães do El Pont d’Arcalis, que logo cedo começaram a subir e descer as ruas íngremes de Cordes empunhando seus instrumentos para chamar todos a participarem da extensa programação que se desenrolou até o início da madrugada, concluída com um belo baile que reuniu músicas e danças da Catalunha e da Occitania.

Por causa do evento pude travar contato com outros músicos e associados membros do La Talvera que não tinha tido ainda a oportunidade de conhecer em Natal em 2014, quando a COMPOR recebeu alguns integrantes da associação para dar início a uma aproximação de nossas culturas respectivas. Há evidentes traços e/ou vestígios da presença de elementos musicais e até instrumentos (como o pífano, por ex) que perpassam nossa cultura comum. Também travei contato com o francês mais brasileiro com que cruzei na viagem, que foi o Fanck Rivet, atualmente residente na região de Bordeaux, mas com um currículo de passagens longas pelo Brasil e colaborações diversas com músicos brasileiros.

frankie

com Franck Rivet

Ainda nesse final de semana, antes de retornar a Paris, irei acompanhar Daniel e Celine, além de Fabrice Rougier e Aelis Loddo, a mais um compromisso artístico deles nessa temporada. Nesse período, quando o sol é mais presente por aqui, a agenda de festas populares, geralmente ao ar livre, é mais intensa.

leia a coluna a/cEsso

Me visite no Sítio!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: