KA EM BH

5 maio, 2015

Mak Ka

Estava em BH para ver o Makely Ka.
Era a última sexta de abril e o show era o Cavalo Motor.
Em cena, além do condutor, uma banda grande e convidados
dispostos a nos conduzirem para dentro do universo multiplicado pelo artista,
que refez em 2012 uma pequena parte do Grande Sertão montado numa bicicleta
e gerou a partir desse itinerário um disco, um show, um relato fotográfico e, por fim,
a gravação de um dvd que estava sendo filmado naquela noite no palco do Teatro Bradesco.

Perfeitamente sintonizado com a atualidade da música brasileira, mas sem se eximir de contar com referências tradicionais das harmonias mineiras e nordestinas por exemplo, Makely vem dialogando em sua obra com parcerias inusitadas, onde pontuam desde improváveis instrumentistas das ruas novaiorquinas até conceituados virtuoses do meio intelectual nacional, sempre unidos por critérios estéticos apurados e a partir de uma concepção artística singular, que o próprio faz questão de cultivar em relação ao que produz.

Makely botou na praça ano passado, com o apoio do Natura Musical, um disco impecável, muito bem produzido, excelente gravação e mixagem, perfeitamente acabado, lindo, sublime. Embora suas melodias não sejam de assimilação instantânea, quem se desobrigar a uma audição mais apurada irá se maravilhar com a exuberância tecnicamente impecável de seu instrumento se alinhando a violas, tambores, pífanos e outros sons padrões que se misturam a recursos experimentados eletronicamente em perfeita sincronia com timbres mais orgânicos, realçando o texto de um compositor com rara disposição, texto inspirado e sensível interpretação.

Por este conjunto de jogadas que vem sendo capaz de levar adiante, além de sua performance na atuação política cultural dentro do segmento há uma década, Makely Ka vem se credenciando como um craque, e na minha opinião, como forte concorrente a levantar um troféu para a música feita no Brasil neste período. Pedalando para isso ele está, e mesmo devagarinho, vencendo trecho a trecho a estrada tortuosa, sua música tem potencial para escalar veredas íngremes e, sólida, se afirmar a partir da personalidade que o seu autor lhe confere.

leia a coluna a/cEsso

Me visite no Sítio!